Phil Dunne é um ilustrador de Dublin, Irlanda, que passou os últimos 29 anos desenhando, pintando, doodling e tendo idéias extremamente criativas. De 1999 a 2003 Phil estudou na National College of Art and Design (NCAD) em Dublin para se graduar em Comunicação Visual. Depois da graduação ele começou a montar seu portfolio com vários projetos e clientes diferentes. Desde então, Phil produziu trabalhos incríveis que você provavelmente já via naweb ou no depthCORE.

Aqui vou mostrar alguns de seus trabalhos e também uma entrevista que tive a oportunidade de fazer. Infelizmente a entrevista foi feita pore-mail, mesmo eu adorando a idéia de ir até Dublin cuidar do assunto pessoalmente... mesmo via e-mail Phil Dunne foi extremamente simpático e atencioso, o que gostaria de agradecer. Enquanto navegava no seu incrível portfolio Love the Robot e também na página dele no Behance, tive alguns problemas para escolher as imagens que mostraria aqui pois todos os trabalhos dele chamam a atenção. Então recomendo que visitem esse sites para darem uma olhada em todos os trabalhos!!

Então, aproveitem as imagens e a entrevista!! :)

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Quando começou seu interesse por arte e design?

Até onde eu me lembro, eu sempre desenhei e pensei em arte. Eu cresci com comic books, cartoons e doodling nos meus livros da escola. Eu sempre queria fazer aula de arte na escola, nunca tive outro interesse em trabalhos da escola ou outra coisa, queria desenhar. Quando estava na escola li muito sobre artistas como Andy Warhol, Pablo Picasso e muitos dos pintores da Renascença. O trabalho deles realmente me inspirou a desenhar, pintar e a me expressar. Eu também assistia a uma quantidade incontável de video clips e gostava muito do trabalho de MichelGondry, Hype Williams, Chris Cunningham e Mark Romanek . Eu queria ir para a faculdade de arte para ser um pintor ou um designer. Fiquei muito feliz quando vi que poderia ser as duas coisas sendo um ilustrador! Minha inspiração e desejo de ser um ilustrador me fizeram crescer até que entrar na faculdade.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Como você descobriu seu talento para produzir arte?

Quando estava na escola, meus professores me pagavam com barras de chocolate e alguns trocados para que eu desenhasse algumas coisas para que o restante da turma pudesse pintar, como se fosse um grande livro para colorir. Eu costumava ser chamado para fora da aula algumas vezes para desenhar outros professores e seus alunos. Fui para uma escola Irlandesa Cristã para Meninos (Irish Christian Brothers school) e lá tínhamos muita enfase em religião e encorporávamos religião na nossa arte. Eu fiz muitos desenhos de Jesus, Deus e do Diabo. Também fazia desenhos do Superman e do Batman que escondia, mas que meus amigos entregavam aos professores para mostrar o quanto eu era talentoso. Mas a escola foi difícil na parte de aprender matemática, ciências e de fazer esportes, pois nessa parte eu era totalmente perdido.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Como você começou a trabalhar com design e ilustração?

Eu acabei a faculdade em 2003, então trabalhei como ilustrador em uma série de rascunhos para um livro infantil. Era algo bastante tradicional, todo feito com pintura e lápis, absolutamente nada dephotoshop . Eu consegui então um trabalho como assistente de edição e designer em uma grande loja de departamentos em Dublin. Eu fazia o design de folhetos,signages e criava ilustrações para áreas de varejo, desfiles e anúncios publicitários. Nesse período também descobri minha admiração por moda, estilo e varejo, então me considero sortudo por essa experiência. Durante meu tempo livre comecei a desenvolver meu próprio estilo de ilustração. Eu observava artistas como Deanne Cheuk, Justin Maller, Pete Harrison, Derek Lea e ficava maravilhado e inspirado pelo nível técnico e profissionalismo deles. O trabalho deles era extremamente bonito mas não era tão bem sucedido em termos comercias.Fiz então uma pesquisa sobre meus ilustradores favoritos para ver como funcionava o processo criativo deles. Eu sabia que queria ser um ilustrador então continuei trabalhando para descobrir o equilíbrio entre meu amor pela ilustração tradicional e a arte digitalmente manipulada. Me foquei em me tornar um ilustrador estabilizado e em melhorar meu trabalho para oferecer algo que as pessoas gostassem.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Como você aprimorou seu trabalho e sua técnica?

Sempre fui apontado como alguém muito trabalhador e eficiente. Estou sempre procurando maneiras de melhorar meu trabalho. Eu faço upgrades regulares dos meus hardwares e softwares para que as coisas corram suavemente para mim. Fico estressado quando estou trabalhando em uma grande peça nophotoshop e trava tudo sem que eu tenha pressionado "salvar"!!! Eu faço meus próprios brushes no photoshop. Eu digitalizo marcas de sujeira ou pinturas antigas para dar ao meu trabalho um look único e personalizado. É bastante divertido construir sua própria biblioteca de brushes e texturas. Eu tento passar pelo menos uma semana do mês coletando coisas que podem resultar em uma textura legal no Photoshop. Também faço o possível para desenhar muito. Você pode passar o dia sentado em frente ao photoshop e virar um zumbi. Eu li sobre alguns artistas que apenas abrem p photoshop e começam a trabalhar. Eu não poderia fazer isso pois acredito que um artista precise de um caderno de rascunhos para esboçar suas idéias, composições e usar algumas técnicas debrainstorm para tirar o máximo de suas idéias para seu trabalho. Eu carrego sempre meu caderno de rascunhos para o caso de ter alguma idéia impulsiva ou de visualizar alguma imagem legal na minha cabeça. Ultimamente estou tentando evitar o uso de stock images. Eu não gosto de ver uma arte digital que você sabe que foi baseada em uma stock image, pois você pode ver a mesma imagem sendo usada em outro trabalho, com um contexto totalmente diferente. Mas caso eu precise usarstock images , eu use imagens raramente usadas e que tenham algo de diferente. Se você tiver algum fotógrafo profissional que possa colaborar com boas fotos, faça isso. Ou apenas faça as suas próprias fotografias!

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Na sua opinião, qual a melhor maneira de evoluir nesse ramo?

Aprenda sobre as tendências atuais em arte/design/ilustração/moda e as evite!!! A melhor maneira de se manter atual é fazendo seu próprio trabalho sem imitar o que já está feito. Sim, eu admito que fiz algumas peças no estilo de AndyWarhol (!) mas eu olho para elas como uma homenagem, um tipo de reinterpretação, algo como Picasso quando começou a fazer suas famosas pinturas, mas com seu próprio estilo. Mas eu estava me divertindo com aquilo, reinterpretando sua iconografia para formar minhas idéias e meu estilo. Eu pensei, 'todos conhecem seu trabalho então entenderão porque peguei essa peça'. Todo o artista tem seu próprio estilo e potencial, é apenas uma questão de encontrar e fazer com que as pessoas o vejam. Eu acredito que os ilustradores pudessem ser mais confiantes nas suas idéias e conceitos ao invés de pensar que devem se enquadrar na maioria ou fazer algo que possa lhes trazer mais trabalho. Sempre lembro de algo importante que um amigo me falou um vez: "Lembre-se Phil, o resto são apenas ovelhas... você é o lobo!"

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

O que você mais gosta no seu trabalho? E o que diria que não gosta nele?

Eu gosto muito do fato de poder produzir arte todos os dias, eu esperei desde os tempos de escola para poder desenhar e criar em tempo integral.Sou viciado no meu trabalho... nunca usei drogas, então a arte é algo que preciso fazer e não posso me afastar. Sinceramente, não é nem engraçado o quanto eu as vezes fico obsecado pelo meu trabalho. Estou sempre tentando melhorar meu estilo e tentando fazer novas coisas, então no momento, a jornada é melhor que o destino propriamente dito. Eu adoro desenhar, é a melhor maneira de se expressar. Eu não gosto quando não sou pago no prazo acordado ou quando um trabalho potencial não acontece. Isso chuta sua confiança para a estratosfera. Eu criei uma grossa camada protetora logo que comecei. Eu também odeio quando as pessoas me pedem para trabalhar "de graça". Isso me deixa muito irritado pois acho insultante ser questionado por uma empresa que obviamente gera lucro para trabalhar sem cobrar. Eu gosto de trabalhos de caridade, e gosto ainda mais de trabalhar por boas causas.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Quais softwares e hardwares usa para produzir sua arte?

Tenho um iMac Intel 24' Intel com 4GB de RAM e um imenso hard drive. É ótimo para adicionar detalhes finais no meu trabalho pois a tela tem uma resolução incrível com cores vibrantes. Eu uso o AdobePhotoshop CS4 Extended. Meu trabalho não é muito "layered", as melhores peças tem mais ou menos cinco layers com diferentes layer blending modes . A melhor maneira que encontro para dar profundidade e complexidade aos meus trabalhos está nos desenhos que faço. Meus desenhos são feitos para uma grande escala, digitalizados com aproximadamente 600dpi, então tudo fica bastante preciso e vibrante. Eu faço o back up de tudo em um drive externo e mantenho uma cópia em um DVD ou em um USB stick junto com minhas chaves, no caso de alguém precisar de algo via e-mail. Acabei de comprar um pequeno netbook para usar enquanto estou fora, por aí. Não pego muito sol aqui na Irlanda, e isso é importante pela vitamina D e pelo meu humor. A última coisa que quero é ficar em uma sala com o computador enquanto o sol está brilhando. Então meunetbook é meu braço direito em dias ensolarados.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Que tipo de novidades você gostaria de ver nos softwares para facilitar seu trabalho?

Se alguém inventasse uma aplicação que pudesse entender as idéias que tenho e transferí-las para a tela do iMac eu ficaria encantado. E também um device para tele transporte, como em Star Trek. Eu fico em pânico quando estou atrasado ou cansado, então ir para outro lugar em um instante seria ótimo. Falando sério, se o photoshop melhorasse a ferramenta lasso/magic wand tool seria muito legal. E também uma melhor customização no photoshop seria legal, algo como ter a habilidade de reconfigurar completamente as filter galleries e tools para melhor satisfazer minhas necessidades.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Qual sua principal fonte de inspiração?

Muda a todo minuto! Nunca consigo dizer especificamento o que me inspira. Eu acredito que a vida é muito inspiradora. A habilidade de criar e experienciar ações e reações nos dá um grande empurrão. A vida é tão randômica, você apenas não sabe o que vai acontecer. Também gosto de estranhas coincidências e fatos esquisitos. E pessoas que fazem algo que não é considerado rotineiro, gosto de fazer muitas perguntas a elas.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Quais são seus planos e objetivos para sua carreira?

Eu quero superar meu medo (e leve ódio :0 ) de fotografia e começar a fotografar modelos para incorporá-las nas minhas ilustrações. Quero gastar um pouco mais de tempo e dinheiro com meus projetos pessoais para que eles fiquem como meus trabalhos comerciais. Estou pensando agora, particularmente nesse período de recessão global, 'Se as pessoas não vão me comissionar...eu mesmo vou.' Quero evitar usar mulheres nas minhas ilustrações. Estou meio cansado de ver "hotgirls" com muitos efeitos ao redor delas. Quando completei meu recente pacote de trabalho do depthCORE chamado 'Her' (ela) pensei... fiz isso para o depthCORE, uma hot girl com swirls. Vamos pegar alguns caras, monstros, cenas assustadoras e super heróis e começar a fazer peças com eles. Agora estou gostando de ver ilustrações que usem um cara como modelo ou base. Preciso sempre ver áreas diferentes a serem exploradas. Acho que arquitetura seria algo legal de ilustrar, pois Dublin tem uma arquitetura única que sempre me inspirou. Quero também fazer mais trabalhos com/para odepthCORE collective...respeito muito todos os membros, ter me unido a eles e estar envolvido com os artistas de lá tem sido uma benção para mim. Tenho tido muita sorte por todas as oportunidades e experiências que vivi até agora. Ainda sou muito jovem e tenho muito o que aprender e dividir com as pessoas.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Você tem algum conselho para os jovens artistas?

Nunca desista. Se você for escanteado por alguma coisa ou alguém, levante, sacuda a poeira e comece de novo. Você precisa considerar a natureza progressiva da industria do design e entender que uma comissão não fará de você um sucesso. Os melhores artistas digitais e designers são aqueles dedicados, que estão tentando algo novo e que confiam no que fazem. Se você tiver confiança e mantiver o foco, vai mostrar isso em seu trabalho, as pessoas vão notar isso e vão querer contratar você.Faça contatos com outros artistas... como eu!;D, peça para colaborar com eles e se matenha atualizado. Saiba das tendências mas as evite. Crie suas próprias tendências. Sei que isso parece fácil de se dizer, mas se voc ê trabalhar nisso e pensar bastante a respeito, você consegue. Artistas bem sucedidos são aqueles que fazem suas próprias coisas. Eu comecei agora a usar oFacebook, Twitter e em breve também o Youtube... o potencial deles são ilimitados para explorar coisas assim.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Phil, mais uma vez agradeço ... e deixo com você as últimas palavras...

Muito obrigado. E para finalizar eu tenho três simples palavras...Love The Robot.

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

Image selected for Interview and Work of Phil Dunne

About the author of this post

Abduzeedo is a blog about design. There are all sorts of articles for those who want to look for inspiration. Also you will find very useful tutorials for the most used applications out there, with a special selection of Photoshop Tutorials and Illustrator Tutorials. Of course there are other softwares conteplated like Pixelmator, Fireworks, and web design tutorials.